Área do cliente

Notícias

Fiea reúne empresários e contadores para tirar dúvidas sobre o FEFAL

Segunda-feira, 24 de julho de 2017

O evento contou com a expertise do contador e consultor da Federação das Indústrias, Cícero Torquato

A Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) reuniu empresários e contadores na Casa da Indústria Napoleão Barbosa, na manhã desta segunda-feira, 24, para tirar dúvidas sobre a operacionalidade do Fundo de Equilíbrio Fiscal do Estado de Alagoas (FEFAL), cujos efeitos sobre a aplicação nos incentivos fiscais tiveram início no primeiro dia deste mês.

O recolhimento começa no dia 9 de agosto próximo e as empresas com faturamento anual até R$ 3,6 milhões estão isentas do pagamento. Aberto pelo presidente da Fiea, industrial José Carlos Lyra de Andrade, o evento contou com a expertise do contador e consultor da Federação das Indústrias, Cícero Torquato, para esclarecer ao empresariado pontos do fundo de equilíbrio fiscal.

“É importante que seja mantida a regularidade, já que os incentivos são muito necessários para as indústrias alagoanas”, ressaltou Torquato. Ele explicou que o fundo terá recolhimento mensal, a cada dia 9, e que a falta desse recolhimento, por três meses consecutivos ou não, acarretará numa notificação, permitindo à empresa dez dias para o depósito da taxa ou comprovação dele. Passado esse prazo, acontecerá a perda do benefício.

Estiveram presentes no evento representantes da Federação das Indústrias de Alagoas, como o terceiro vice-presidente, Wander Lobo, e o primeiro secretário, Alberto Cabus, além de 67 participantes, entre contadores e empresários dos mais variados ramos industriais do estado.

Ao final do evento, a apresentação feita pelo consultor Cícero Torquato foi disponibilizada aos participantes, assim como as planilhas que ajudarão nos cálculos do valor a ser recolhido ao fundo.

 

Compartilhe: